catolicoresp

Apenas defendendo minha fé, e cético em relação aos ateus

Técnica: Não use links!

with 2 comments

Ir para [Índice de Técnicas/Truques Lógicos] – [FAQ] – [Página Inicial]

Não é raro ouvir ateus dizendo “não use links no seu debate” por diversos motivos, que eles mesmos costumam inventar. Em geral, ele usará alguma técnica no debate com o refutador que já tem um texto pronto para refutá-la, tal como nesse exemplo:

De uma forma geral, os argumentos são fáceis de refutar e eu já apresentei um dos motivos dos neo-ateus para que não se utilize links nos debates, mas temos uma lista que irei explorar:

(a) Você não tem opinião?

(b) Esse argumento não é seu!

(c) Sem motivo algum.

(d) Sem usar links dessa vez(sentido pejorativo)

(e) Passar um link é prova pra você?

Esses são os que mais aparecem. Vamos analizar um por um.

(a) Você não tem opinião?

Esse é bastante simples. A pergunta “não tem opinião?” simplesmente não faz sentido quando se apresenta um link que tem uma opinião exposta nele. Eu apresentar tal link não significa que eu não tenha opinião, ele significa que a minha opinião é a mesma do autor do texto, simplesmente. Se eu não tivesse opinião alguma, eu simplesmente não mandaria opinião nenhuma, correto?

Para exemplificar um diálogo vou usar o que já comecei ali em cima:

  • NEO-ATEU: Você não tem opinião? Não use links para debates.
  • REFUTADOR: Como assim? Se eu não tivesse opinião eu não iria estar expondo links com opiniões claras nele, não? Usar o link de outra pessoa indica que tenho a mesma opinião que ela, e não que não tenho opinião alguma!

Nessa hora ele provavelmente vai sair pela tangente usando uma das outras técnicas ou vai simplesmente ignorar o que você disse.

(b) Esse argumento não é seu!

Outro que é bastante ridículo, e parte do princípio que todo argumento utilizado deve ser inventado pelo refutador(como se o próprio neo-ateu não tivesse, na maioria das vezes, copiando aquelas idéias dele de algum outro lugar). Nesse caso, o ateu quer invalidar seu argumento porque você não redigiu seu próprio texto.

Para refutá-lo, basta lembrar que não importa quem escreveu ou disse ou argumento, o que importa é que o argumento seja exposto. Nenhum argumento tem mais(ou menos) peso por causa de quem o escreveu, ou seja, o neo-ateu muda o foco de discussão dos argumentos para o argumentador numa tentativa de ocultar sua derrota no debate. Uma boa resposta é lembrar o ateu que a maioria dos cientistas não descobre tudo que sabe por si só, mas usa argumentos e evidências de outros cientistas.

Por exemplo, lembre-o que ele acredita que a Terra gira em torno do Sol, mas ele nunca formulou nenhum dos argumentos que ele expõe, mas nem por isso você diz que a Terra não gira em torno do Sol. Lembre-o também que ele também não montou os argumentos a favor da gravidade, mas isso não faz com que a gravidade não exista.

É mais ou menos assim:

  • NEO-ATEU: Você não montou esse argumento! Não sabe pensar e montar os próprios argumentos, é?
  • REFUTADOR: Como assim? Pra início de conversa, não importa quem argumenta, mas o argumento em si. E em segundo lugar, imagine o que seria a ciência sem o uso de argumento de outras pessoas? Os cientistas não descobrem tudo o que sabem, eles sempre aprendem algo de um cientista anterior a ele. Nem por isso você diz que esse cientista está errado.

Nessa hora ele provavelmente mudará de assunto, voltando à discussão que estava acontecendo, vendo que sua tentativa de ocultar sua falha acabou falhando miseravelmente.

(c) Sem motivo algum

Aqui temos o típico neo-ateu quase implorando pra você parar de mandar os links, provavelmente porque eles refutaram bem demais os argumentos do neo-ateu, deixando-o sem palavras. Nem é necessário fazer um diálogo pra exemplificar a técnica, e a resposta é bastante simples: Basta pedir a ele que lhe dê um bom motivo para que deixe de usar os links. Aí muito provavelmente ele vai “esquecer” que comentou isso ou vai usar alguma das outras justificativas expostas aqui.

(d) Sem usar links dessa vez(sentido pejorativo)

Aqui o neo-ateu vem falar um monte de besteira, em geral te xingando(direta ou indiretamente) e até xingando o dono dos textos, ou os dois ao mesmo tempo. Acontece mais ou menos assim:

  • NEO-ATEU: Você também é ateu! Só que você é seletivo.
  • REFUTADOR: De modo algum, leia esse link e ele irá lhe explicar melhor: https://catolicoresp.wordpress.com/2011/04/10/tecnica-voce-e-ateu-seletivo/
  • NEO-ATEU: Haha! Você também é ateu! Agora responde sem usar links, tá bom?
  • REFUTADOR: Me dê um bom motivo para não usar links.
  • NEO-ATEU: Ah, você só sabe responder com esses links do seu amante, para com isso, aposto que vocês saem juntos e dormem de conchinha (e lá vem mais um monte de conversa fiada que ninguém precisa ouvir).

Eu ouvi bastante isso. Na verdade, um dos primeiros comentários do meu blog foi com a tentativa de ofender a mim e ao Snowball01, dizendo que éramos amantes. Essa técnica é deplorável, e nem merece atenção. A recomendação é que se demonstre que o ateu só deu um chilique de nervos provavelmente porque o link exposto contra-argumentava muito bem o que o ateu dizia e simplesmente não argumentou nada contra o que foi exposto.

(e) Passar um link é prova pra você?

Essa é uma tentativa indireta de fazer com que você pare de usar os links sem apresentar nenhum bom motivo pra isso.

Refutá-la é bastante fácil, basta dizer que a prova não é o link, e sim os argumentos expostos na pagina do link. Dessa forma, o neo-ateu será desmascarado em uma frase bastante simples, e vai ter que encarar o texto ou fugir do assunto. A conversa seria mais ou menos assim:

  • NEO-ATEU: Passar um link é prova pra você? Então vou arranjar um link aqui e te mandar!
  • REFUTADOR: Não, o que refuta o argumento não é o link. O que refuta o seu argumento são os textos expostos na página do link.
Edição do Post:
Linovor(Vide nos comentários) citou muito bem uma outra técnica interessante em um dos comentários feitos. Os neo-ateus muitas vezes atacam os donos dos blogs em vez de refutar os argumentos. Seria mais ou menos assim:
  • NEO-ATEU: Ah! Não acredito que você acredita na anta do catolicoresp! Aquele cara é um estúpido!
A refutação é simples, é só mostrar a ele que o ataque dele é ao dono do blog e não aos argumentos. O que ele acha do dono do blog é irrelevante para a questão: Ele pode achá-lo feio, retardado, chato, burro ou qualquer outra coisa. Se ele não refutar os argumentos de nada adianta ele dizer isso tudo: Vale lembrar que o foco do debate são os argumentos e não os argumentadores.
  • NEO-ATEU: Esse catolicoresp é muito burro! Não acredito que você realmente escuta o que ele diz!
  • REFUTADOR: Quem se importa com o que você acha dele? Não refutou nenhum dos argumentos que ele apresentou.
  • NEO-ATEU: Ora, veja bem! Ele é muito burro!

Não é raro que eles fiquem repetindo várias vezes consecutivamente que o dono do blog é burro. Também não é raro que ele xingue a pessoa com a qual ele está debatendo(muda o alvo: Ao invés de xingar o dono do blog, xinga o cara que está discutindo com ele). Aí é só mostrar que ele continua sem refutar nenhum argumento exposto.

Conclusão:

A maioria das vezes em que há algum pedido para que haja finalização no uso dos links é uma mera tentativa de fuga dos seus argumentos. Não deixe que o neo-ateu faça isso e pressione-o para que refute seu argumento(ou o do link).

Anúncios

Written by catolicoresp

11/04/2011 às 19:01

Publicado em FAQ, Técnica

Tagged with , ,

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Vale ressaltar que também é muito comum o neo-ateu tentar desmerecer o blog ou o autor do blog em vez de tentar refutar:

    “você realmente acredita em todas essas idiotices? kkkkk”

    “aquele autor já é famoso por falar merda e você ainda é burro de ir na dele? rsrsrs”

    para isso basta mostrar que o neo-ateu está apenas fugindo para não contra-argumentar aquilo que está escrito

    Livonor

    22/04/2011 at 13:41


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: