catolicoresp

Apenas defendendo minha fé, e cético em relação aos ateus

Movimento Gay no Brasil: Luta pela tolerância?

leave a comment »

Ir para [Página Inicial]

Bom, não é difícil ouvirmos por aí que os religiosos são intolerantes e malvados com os homossexuais, mas o objetivo desse post não é focar no que está sendo feito por religiosos(devo fazer isso nos próximos dias), mas no discurso do Movimento Gay.

É bastante claro que o Movimento Gay, ao menos aqui no Brasil, é um movimento que respeita, é tolerante, só quer dar a igualdade de direitos a todos os seres humanos. Bom é o que eles dizem, mas na prática não é bem isso o que ocorre. Lembremo-nos, em primeiro lugar, do post do Snowball feito há algum tempo(recomendo lê-lo para tornar mais claro o meu texto e mais evidente o caráter totalitário do Movimento Gay).

Embora o texto seja muito interessante, a citação que quero trazer aqui é do texto em vermelho, defendendo o Movimento Gay, onde lê-se: “Os gays não querem tirar o direito dos evangélicos (nem de ninguém) de serem respeitados“. Não? Ora, não é exatamente isso que eles vem mostrando: Basta olhar a PLC 122, que acaba com a liberdade de expressão.

Sou a favor da homofobia? De modo algum! Longe disso, os homossexuais são bem vindos à Igreja Católica e eu, pessoalmente, não vou evitar falar com alguém simplesmente porque ele é gay, ou deixarei de formar uma amizade devido a um determinado comportamento homossexual: Cada um tem a liberdade de escolha. Na verdade, tanto os ama a Igreja que lhes lembra que seus atos homossexuais são pecaminosos: Visa-se a salvação da alma daquela pessoa. A Igreja poderia calar-se e deixar que a pessoa em questão continuasse em pecado, mas isso não seria uma boa forma de demonstrar amor. Ou você deixa seus amigos e familiares fazerem besteira com a vida deles e não fala nada, deixa-os cometer os erros seguidamente? Da mesma forma, a Igreja se importa e alerta, deixando-os livres a cometer o pecado se assim desejarem.

Contudo, todos possuem a liberdade de falar sua opinião: Liberdade que a PLC 122 pretende retirar! Mas aí logo se pensa: Ah, podemos, então, fazer com que o Movimento Gay não fale nem fale nada contra as religiões que está tudo certo. Em primeiro lugar, isso não resolveria o problema: O meu direito ainda estaria sendo violado. Em segundo lugar, isso é uma utopia, conforme podemos ver em notícias como essa. Em terceiro, também é problemático já que o direito dos homossexuais de criticar a religião também seria violado.

De fato, esse é um bom modo de demonstrar toda a sua tolerância: Faça deboche! Logicamente, não se ouve muito estardalhaço ao ouvir isso… Imagino só se fosse o contrário, um deboche vindo da Igreja, atacando os homossexuais. Já sabemos que o resultado seria um tanto barulhento. Mas acalmem-se: Ainda não terminou! Ainda temos essa aqui). Mais uma forma de demonstrar respeito à diversidade, não é?

Sejamos sinceros: Alguém ainda cai nessa ladainha de que eles estão lutando por uma sociedade mais tolerante? Somente se for muito ingênuo. Quer mais um exemplo? Use a música “Igreja” dos Titãs, na qual ele diz assim(apenas um trecho): “Eu não gosto de padre, eu não gosto de madre, eu não gosto de frei. Eu não gosto de bispo, eu não gosto de Cristo […]”. Algo demais? Não. Ele simplesmente expôs a sua opinião.

Agora façamos uma pequena modificação: “Eu não gosto de bi[ssexual], eu não gosto de lésbica, eu não gosto de gay”. Pronto! Podemos praticamente ouvir os gritos de “homofóbico” e o estardalhaço da mídia: “Banda compõe música homofóbica”. Engraçado que, quando se trata de atacar a Igreja, não é preconceito. Agora vá atacar o Movimento Gay e veja o resultado!

Obviamente, não são todos os gays que estão engajados nessa louca tentativa de impor sua opinião sobre o resto da sociedade brasileira: Somente um louco faria essa afirmação. Assim como, do lado da Igreja não temos um mar de rosas. Mas isso não muda o aspecto “tolerante” do Movimento Gay.

Conclusão:

Espero que não caiamos na mentira do Movimento Gay se disfarce com um discurso aparentemente bonito, mas totalmente intolerante. Todos nós concordamos com a tolerância e com os direitos um do outro(embora para aprovar a união homoafetiva eles tenham distorcido totalmente a constituição, conforme é citado nesse texto). Contudo, devemos fazer isso de forma adequada, e não é isso que o Movimento Gay está tentando fazer.

Anúncios

Written by catolicoresp

05/07/2011 às 17:45

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: