catolicoresp

Apenas defendendo minha fé, e cético em relação aos ateus

Análise de texto: Refutação de alguns argumentos a favor da existência de Deus – Fé e Poderes Psíquicos

leave a comment »

Ir para [Texto na íntegra] – [Textos analisados] – [Página Inicial]

Apresentação do argumento por Dan Baker:

“A crença em Deus não é intelectual. A razão é limitada. A verdade de Deus só pode ser conhecida através de um salto de fé, que transcende mas não contradiz a razão.”

Isso não é nem de longe um argumento para a existência de Deus…

Isso não é argumento. Admitir que algo é não-intelectual remove esse assunto do domínio da discussão. Sim, a razão é limitada: é limitada aos fatos. Se você ignorar os fatos, só fica com hipóteses e o desejo de que fossem reais.

Simples e correto. Naturalmente, não é algo que ajude na inexistência de Deus, mas certamente usar o argumento que ele expôs é retirar Deus do plano de discussão  tratar a experiência pessoal como fonte única de conhecimento de Deus, o que não bate com a doutrina Católica.

Fé é a aceitação da verdade de uma declaração apesar de evidência insuficiente ou contraditória, o que nunca foi consistente com a razão.

Falso. Já comentei isso. Fé e razão não são contraditórios. Ou então o ateísmo(que também apresenta uma fé – a da inexistência de Deus) também seria inconsistente com a razão(se os ateus lerem isso, vão ter um surto).

A fé, pela sua própria invocação, é uma admissão transparente de que as alegações religiosas não se conseguem manter de pé por si mesmas.

Quem leu o texto que citei acima viu que não é assim que funciona. Isso é só propaganda neo-ateísta.

Mesmo que o teísmo fosse uma hipótese consistente (não é), ainda precisaria de ser provado. É por isso que a maioria dos teístas minimiza a prova e a razão e enfatiza a fé, por vezes afirmando de forma ridícula que a ciência requer fé, ou que o ateísmo é uma religião.

Ele apenas afirma que o Teísmo não é consistente… Pra variar, ele não evidencia o que diz. E, de fato, o Teísmo deve ser evidenciado, e ele é evidenciado, basta conhecer o Argumento Cosmológico de Kalam, Argumento Ontológico, Argumento Moral…

Ele aproveita pra dizer que “a maioria dos teístas minimiza a prova e a razão e enfatiza a fé”, mas não faz nada para evidenciar o que diz, eu simplesmente devo acreditar que isso é verdade. Na minha experiência isso não é nem um pouco realista. Ademais, a Ciência requer fé(vide o texto que já citei nesse post, que mostra que não é “ridículo” fazer essa alegação, como insinua Dan Baker) e o ateísmo também requer fé, embora não seja uma religião propriamente dita.

Poderes Psíquicos

Apresentação do argumento por Dan Baker:

“Há forte evidência de poderes psíquicos, reencarnação e coisas semelhantes. Você tem de admitir que há ali alguma coisa!”

Não tenho uma opinião formada sobre esse argumento(ainda), então prefiro não comentá-lo.

A maioria dos cientistas discorda que haja forte evidência para alegações “paracientíficas”.

Grandes porcaria. A maioria dos cientistas pode perfeitamente estar errada. É só um apelo à autoridade, coisa que ele conhece e critica no Argumento da Ciência, mas curiosamente se esquece neste momento…

Quando cuidadosamente examinadas com controles rígidos, são geralmente expostas como deturpações ou completa fraude.

Geralmente não é suficiente. Para que o argumento acima seja inválido, todos precisariam ser falsos, e não quase todos. Queremos a explicação justamente desses que não foram explicados ou descobertos como fraude. Afinal, os fraudulentos já temos explicação: A preocupação é com os que não são fraudes, pois esses é que ocorrem e não possuem uma explicação.

Mesmo que essas alegações fossem legítimas, fenômenos misteriosos podem ter explicações perfeitamente naturais.

Podem ter e podem não ter também. “Podem ter” não é suficiente para rejeitar o argumento, somente o “tem” seria útil para fazê-lo.

Nesses casos, os céticos preferem suspender o julgamento em vez de se lançarem em conclusões supersticiosas.

De fato, os céticos preferem suspender o julgamento, e não é isso que o ateísmo faz. O ateísmo nega tais fenômenos como reais, e não simplesmente suspende o julgamento. Se o cético prefere suspender o julgamento, podemos perceber que o ateísmo, neste caso, não adota uma postura ceticista como eles costumam afirmar.

Anúncios

Written by catolicoresp

05/02/2012 às 19:00

Publicado em Análise de textos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: